Carreira Ju Azoli

Como começar uma carreira de atriz

Como ainda existe muita dúvida sobre como começar uma carreira de atriz, tive a ideia de montar alguns posts para descomplicar e desmistificar este assunto.

A maioria das pessoas que buscam esse tipo de informação, acabam tendo acesso às mesmas dicas, ficando o diferencial por conta apenas de quem está passando aquele “copia e cola clichê” pra frente, e não da relevância do conteúdo, propriamente dita.

Isso explica muitas coisas, e é papo para outro post, mas posso adiantar que a quantidade de gente reproduzindo e alcançando os mesmos resultados (que geralmente é “nenhum” ou “nada demais”), está totalmente ligado a esse combo: um grupo enorme de pessoas perdidas, insatisfeitas, cheias de dúvidas, sendo guiadas por um grupo enorme de pessoas que não necessariamente possuem o entendimento por trás dos “porquês”, dos “comos” e dos “o quês”.

E se você faz parte de qualquer um dos dois grupos, dos que querem ajudar ou dos que sentem que está faltando alguma coisa para virar a chave, se diferenciar e se destacar como atriz, está no lugar certo: este post é para você.

Profissão Atriz x Carreira de Atriz


como começar uma carreira de atriz

Antes de tudo, a gente precisa começar entendendo algo que de tão corriqueiro, se torna fundamental, mas que as pessoas confundem demais: o conceito (e automaticamente a diferença) entre duas palavrinhas – profissão e carreira.

“Uè, faz diferença MES-MO saber disso, se só estou buscando como ser atriz? Jura?”

Sim, com certeza, sem dúvidas, aham! Acredite: a confusão começa daí!

A diferença está, justamente, no que você está BUSCANDO, e no problemão que você tem, se ainda não sabe diferenciar uma coisa da outra.

Se você está procurando caminhos para iniciar a profissão de atriz, você vai encontrar passos, respostas e situações totalmente distintas de quem está aqui querendo começar uma carreira como atriz.

Confuso?

Eu explico!

Quem está querendo iniciar na profissão, ainda não é profissional (é tão óbvio, que soa ridículo, né? Pois é!). Está buscando informações, elementos e dicas de como virar atriz. Quem está querendo começar uma carreira, já é (ou pelo menos já deveria ser) uma profissional da área, e está buscando estratégias, informações e elementos de como fazer história, trilhando esse caminho.

A primeira objetiva alinhar o ser e o fazer. A segunda, manter o fazer para ter.

Consegue perceber o abismo entre uma coisa e outra?

Muitas pessoas ainda não são, e estão em busca do ter: fama, status, reconhecimento, dinheiro, prestígio, credibilidade, sem sequer imaginar que o ter é resultado do que se faz, adequado ao que se é. Por este motivo, é pela ordem invertida que devemos começar. Não adianta tentar ir contra isso, porque a roda simplesmente não gira. A roda gira assim:
Você é. Por ser, você faz. E por fazer, você tem.

Então que é a profissão?
Profissão é a ocupação propriamente dita, é aquilo que a gente escolhe fazer, e vai se tornando capaz através de muita preparação e estudo. É o que a gente precisa alinhar entre o ser e fazer, duas coisas fundamentais que vão nos qualificar e nos validar como aptos e adequados para aquilo. Profissionais, portanto, são as pessoas que trabalham, que atuam em alguma área específica, aqui no nosso caso específico, as atrizes.

E a carreira, o que é?
Carreira é o caminho que você, como uma profissional, vai percorrer. É a trajetória que você, que escolheu ter a profissão de atriz, por exemplo, vai construir e trilhar ao longo do tempo, para alcançar seus objetivos. É quando a gente já descobriu porque fazemos aquilo, e essa descoberta é que nos sustenta e nos mantém firmes ali.

Esta é a importância de conhecer essas diferenças, e também o que se está buscando, até porque, é possível ter carreiras distintas, dentro da mesma profissão.

Uma atriz de teatro terá uma carreira totalmente diferente de uma atriz de televisão, por exemplo.

E embora ambas sejam atrizes, ou seja, tenham a mesma profissão, o caminho que cada uma irá trilhar será totalmente diferentes.

Resolvida a confusão que as pessoas fazem entre profissão e carreira, uma das principais e maiores dúvidas de quem está querendo se aventurar pelo mundo das artes é como EFETIVAMENTE iniciar a profissão e/ou como começar uma carreira de atriz. E sabe o que é mais interessante? Que quase 85% dos profissionais que já se jogaram neste mercado, ainda não sabem responder ao certo.

Enquanto estava escrevendo isso, lembrei de uma entrevista maravilhosa que a atriz Fernanda Montenegro deu para a série “Starte – Grandes Atrizes” da Globo News, e que vou deixar de presente pra você, completinha, ao final do post. Mas tem um trechinho muito curioso, que surpreendeu até a entrevistadora, e eu quero antecipar agora: você sabe o que ela respondeu ao ser questionada que dica ela daria para atores que estão iniciando?

Sensacional, não é?

Na falta de quem as orientem de forma eficaz e eficiente, e seguindo um efeito manada inconsciente e automático, as pessoas incertas se devem ou não entrar nisso, recorrem aos vendedores de curso, aos amigos (que geralmente estão igualmente perdidos, ou ainda na desgastante luta do autoflagelo psicológico, de que quanto mais rejeitado for, mais perto do estrelato está), e também ao Google, para encontrarem alguma resposta que as direcionem.

Quando o Google entra em cena, a maioria acredita que a solução dos problemas é cumprir o seguinte check-list:

 

CHECK-LIST PARA INICIAR UMA PROFISSÃO DE ATRIZ E SER BEM-SUCEDIDA

* Me inscrever no workshop famosinho “x”. check. ✔

* Começar a fazer o workshop famosinho: check. ✔

* Participar de “x” montagens, para concluir o workshop: check. ✔

* Me juntar à panelinha (que na maioria das vezes existe por vaidade e puxa-saquismo, e não por competência): check. ✔

* Tirar o DRT: check. ✔






Mas e aí… o que mais?
Ou as pessoas acreditam que é só isso mesmo? Que este é o passo-a-passo do sucesso?

Se você também não sabe o que vem depois disso, preciso te contar que está cometendo o primeiro grande erro dos artistas amadores e que, talvez, seja o passo mais importante para não fracassar, antes até de se inscrever para o tal workshop: não saber dizer onde você quer chegar com isso.

“Ahhh, sei lá, é indiferente!”, você pode pensar.

“Pode ser novela, pode ser cinema, pode ser musical, pode ser qualquer coisa na televisão, ou até no teatro mesmo, sabe? Eu sou uma camaleoa, minha professora (diretora, preparadora, coach – ui, vamos falar também sobre isso em breve!) disse que sou uma atriz “visceral” (AFF, se você já começou a repetir isso, como se fosse um troféu, um marco, apenas pare! O.o)

como ser atriz

Então vamos no como iniciar uma carreira de atriz hoje

Vim aqui pra te trazer boas novas, mas lamento informar que nada disso é indiferente não.

E é muito simples entender a lógica, já até te antecipei quando falamos sobre profissão e carreira, mas vou falar rapidamente qual é: cada um desses nichos tem suas próprias especificidades, características, conhecimentos, habilidades, atitudes, formas de vender, público, e todas as outras coisas que te levarão à ações e caminhos distintos, para ter êxito.

Trabalhar num musical, por exemplo, possivelmente vai te exigir habilidades com canto e dança, além da atuação. Se você não tiver nada disso, então saber se você quer seguir esse caminho não é indiferente: é determinante.

Outro exemplo, trabalhar numa novela. Vai te exigir desenvoltura e naturalidade diante das câmeras, mas se você trava totalmente em frente a elas, isso também passa a não ser indiferente: é extremamente determinante.

Agora vamos pensar nas formas de agir e nas solução dessas duas coisas? Já sabe dizer se elas se resolvem da mesma forma?

Obviamente que não!

Para o primeiro caso, talvez você resolva se matriculando em aulas de canto e/ou dança, não somente nas aulas regulares, mas, de repente, nas oficinas específicas, direcionadas a este objetivo.

Para o segundo caso, talvez a ação que te fará ter êxito seja participar de um workshop de interpretação para TV, que tem como um dos objetivos a desenvoltura, o trabalho corporal e as técnicas específicas para atuar diante das câmeras.

Entendeu que o foco incita ações específicas, e são justamente essas ações que determinam o caminho que você vai percorrer?

Consegue perceber agora que se você não tiver clareza de onde chegar, você nunca terá clareza de como ir e, consequentemente, isso significa a sua estagnação, que vai desencadear não só à perda de dinheiro, de tempo, de ânimo, como também de êxito?

Está cansada de andar em círculos?

Então a primeira dica de como começar uma carreira de atriz, é este exercício:

1) Se você tivesse um controle remoto, tipo aquele do filme Click, que desse para avançar sua vida para o momento da sua realização profissional, o que passaria na tela para a gente assistir?

2) Foco é essencial. Onde você quer chegar como atriz?

3) Pense sobre isso, sobre o que faz seu coração vibrar, sobre o que te dá friozinho na barriga, e descreva nos mínimos detalhes.

4) Além da sua realização profissional, tem alguém que sentiria orgulho da sua conquista? Quem? Pense em todas as pessoas que torcem para que isso aconteça.

5) Conquistar esse objetivo pode proporcionar alguma coisa a alguém? A quem?

6) Olhando para as decisões que você tem tomado até hoje, quão próximo de alcançar este objetivo você está? Atribua um % de andamento / conclusão?

7) O que você precisa fazer para chegar aos 100%?

P.S.: Suas respostas e pensamentos também refletem o seu comprometimento, e suas decisões. E claro, suas decisões determinam seus resultados.

Muita gente passa a mentir por vaidade, por vergonha de assumir que ainda não está no caminho certo. Mas não se esqueça disso:

Se aprendemos com os nossos erros, porque estamos sempre com medo de errar?
O pior erro sempre será mentir para si mesma, achando que é aos outros que está enganando.

😉

Resumo do artigo como começar uma carreira de atriz

Falamos de profissão e carreira. Por falta de orientação, acreditamos que deixar as coisas em aberto aumentam as nossas chances de conseguirmos qualquer coisa. Mas a gente não estaria aqui, se “qualquer coisa” nos satisfizesse. Nem ninguém está procurando “qualquer um” para nada grande, importante, especial e relevante. Tenha foco. Se você não tiver clareza para onde quer ir, se for indiferente para você onde quer chegar, já que não consegue nada, qualquer coisa “tá bom”, o resultado será só esse: você não chegará em lugar nenhum. Simples, objetivo e frustrante assim.

Não esquece de me contar o que achou comentando aqui agora embaixo. E se achar que este conteúdo pode ajudar alguém, não deixe de compartilhar!

Ah! E como prometido, segue aqui de presente a entrevista completa da atriz Fernanda Montenegro.

Sobre o autor | Website

Co-Fundadora da Empresa Azoli Coaching, autora do livro Profissão Atriz - Dos bastidores Ao Palco, idealizadora do projeto Pé No Chão De Salto Alto e Coach de Atriz e especialista em posicionamento de artistas.

Quer fazer parte da minha lista de e-mails exclusiva para receber minhas dicas?

Seus dados estão 100% seguros!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Mariana diz:

    Nossa!! Esse seu post me ajudou bastante, esclareceu muito sobre o que eu estou buscando, obrigada!!